Artigos da Semana #1

Global

Nova tecnologia em elevadores promete transformar cidades

“O elevador é para a vertical o que o carro é para a horizontal: o meio de transporte definidor. Como carros, os elevadores modernos são criaturas da segunda revolução industrial do final do século XIX. Como carros, eles transformaram a forma como as cidades se parecem, mudando o modo e onde as pessoas vivem e trabalham. E hoje, como os carros que seguem rumo a um futuro autônomo, os elevadores ficam prontos para mudar a cidade de novo “. Um artigo incrível da The Economist sobre a história, o desenvolvimento e as novas tecnologias nos elevadores, que prometem mudar radicalmente a forma como o trabalho de construção funciona.

Esqueça “cidade inteligente” – precisamos contextalizar

“Foi estranho assistir quase todas as lutas da cidade para integrar os desafios do globalismo com uma história e cultura local. O menu de desejos é interminável: centros de tecnologia, trilhos leves, ciclovias, habitação de luxo, painéis e dados de “cidade inteligentes”, variações de altura e escala. E então há empregos, habitação, incubadoras, dados, estilo de vida, turismo e muito mais! “. Um reflexão com uma perspectiva alternativa sobre o tema.

+ Com Wi-Fi, mas sem água: tecnologia inteligente pode ajudar a uma cidade pobre?

Estados Unidos

Os grandes edifícios em Nova York agora publicarão notas de eficiência energética

Graças à legislação recém-aprovada, Nova York está se tornando a primeira cidade do país a exigir que as “notações energéticas” – classificações de A a F com base em eficiência energética – sejam exibidas nas entradas públicas de edifícios comerciais e residenciais com mais de 25,000 pés quadrados. Atualmente, a cidade coleta dados de uso de energia e água dos maiores edifícios públicos e privados e publica os resultados para essas propriedades online. As novas regras irão ampliar os requisitos de relatórios de energia para os proprietários de edifícios privados elegíveis. Se o prefeito assinar o projeto de lei, suas primeiras disposições entrarão em vigor imediatamente, mas os proprietários não terão que postar as notas até 2020.

Complexos de apartamentos de luxo colectam informações de locatários

Este artigo é um exemplo sobre como certos complexos ultra luxosos estão incluindo uma infinidade de benefícios inclusos no aluguel de unidades. Neste caso particular, há um aplicativo para pedir e personalizar serviços, e as opções variam de scanners corporais 3D até médicos a disposição para aplicação de Botox.

A adoção de mais e mais serviços para justificar um maior preço de aluguel parece ser um tema comum no mundo imobiliário e tem alguns impactos muito interessantes. Uma delas é que vai tornar as avaliação de propriedades muito mais difícil. Encontrar propriedades semelhantes para serem usadas como base de valor será muito mais difícil, pois cada edifício possui sua própria oferta única e identidade de marca. Outro efeito será o papel cada vez mais importante que as incorporadoras terão nas vidas das pessoas.

EUROPA

Grécia é o próximo alvo para compradores chineses e russos: barato e inclui um visto

Os apartamentos em Atenas com mais de cinco anos viram os preços caírem 45% entre 2008 e junho, e o preço médio do país pelo metro quadrado é muito mais barato do que em Portugal, Espanha, Alemanha, Itália e Áustria. Os investidores chineses são especialmente atraídos pelo programa de “visto de ouro” da Grécia, que oferece aos compradores de imóveis um visto para o país e, com ele, grande parte da Europa.

+ Os turcos já são os terceiros na lista dos mais interessados, especialmente para obter residência: “As pessoas não se sentem mais seguras em seu país em relação aos direitos humanos, democracia e justiça”, disse ela. “Eles sentem que aqui existe democracia e liberdade reais”.

BRASIL

Dória quer mudar lei de prédio alto em bairros

Ainda com o intuito de “estimular o mercado”, a Prefeitura propõe reduzir em 30% o valor das outorgas onerosas pagas pelo construtor que quer erguer mais do que o limite básico definido para a região. As alterações atendem, em grande parte, demandas apresentadas pelo mercado imobiliário desde a aprovação da Lei de Zoneamento em 2016, na gestão Fernando Haddad (PT), e têm sido criticada por parte dos urbanistas por supostamente irem na contramão das diretrizes do Plano Diretor Estratégico, aprovado em 2014.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s